Este é o mundo de RPG vampiro a mascara... Este é o mundo sombrio onde os poucos que sobrevivem se agarram ao poder de séculos de vida com punhos de aço... Está pronto para tentar..!?..Venha e descubra se você manda ou é mandado. Venha viver a fantasia
 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se
O jogo ira começar, por favor aprontem suas planilhas e fale com primordio sobre sua inscriçao.

Compartilhe | 
 

 Diário do Caçador - Jack Buffalo Head

Ir em baixo 
AutorMensagem
Jack Buffalo Head
Membro da Camarila
avatar

Número de Mensagens : 77
Idade : 24
Data de inscrição : 29/01/2011

MensagemAssunto: Diário do Caçador - Jack Buffalo Head   Qui 07 Abr 2011, 13:06

Como é parte do trabalho fazer essa frescura, vamos lá.

Hoje é dia oito de Feverereiro de noventa e cinco, e foi hoje que eu cheguei na Barha. Hoje foi um dia bem tenso, cheguei na cidade, e a primeira coisa que eu procurei foi um lugar para passar o dia. A última coisa que eu quero é um banho de sol. Depois fui ao encontro do contratante. Chegando lá, um monte de frescurinha, tirar a arma, contrato e etc. Foi tensa a negociação, mas eu já estou acostumado, e por fim, ela me deu a maldita pasta com os trabalhos, junto com um telefone.

Voltei pro lugar onde eu tinha alugado um quarto, e esperei ela passar os comandos para o trabalho. Não demorou mais que uma hora, e já estava indo para a tal "Favela da Amandinha". Chegando lá, tava cheio de polícia, fiz uma estaca para pegar a vampira, conforme pedia a patroa, e entre ofuscado. Consegui tirar as informações de um fresco, lá na favela, e depois matei o cara. Achei uma reunião sabá, e enquanto esperava do lado de fora, procurei um lugar pra passar o dia, caso o trabalho se estendesse mais do que eu esperava.

Lá de cima, na casa, eu vi dois lobisomens, e então, voltei lá pra baixo, e esperei lá, mais uma vez. Não demorou muito, e um lobisomem saiu do lugar quebrando tudo. Eu até o ajudei, matando uns carniçais, mas acho que era melhor ter deixado o maldito morrer, porque depois ele veio correndo atrás de mim. Mas depois eu descobri que nem era ele, e sim um vampirinho fresco. Fiz ele me levar até o novo lugar da reunião. Tinha uns 10 vampiros lá, mas esperei, e tive uma boa oportunidade, quando um uivo lá fora tirou metade deles lá de dentro.

E aquela foi a hora perfeita para atacar. Sem muita dificuldade, consegui matar os quatro vampiros, e capturar a vampira para o trabalho. Mas na saída, os outros vampiros voltaram, e ao que parece, acompanhados de um lobisomem que os seguira na volta. Fiquei cego por um Lasombra, enquanto os vampiros travavam aquela batalha contra o lupino, e eu apenas tentava sair dali. Mas falhei, a batalha acabou, e eu fui descoberto. Gastei duas balas na Lasombra, e precisei encarar um lobisomem.

Larguei a vampira que estava com uma estaca no peito, para fazer isso. Depois do meu primeiro golpe, percebi a merda que fiz. Nunca tinha lutado com um, mas agora eu sei que não é algo que se deva bater de frente. Depois disso, fui me esquivando dos seus ataques até achar um lugar com um teto menos elevado. Então ele simplesmente sumiu. E eu, simplesmente peguei a vampira e vazei para aquela casa que eu havia checado antes. E agora, vou dar uma cochilada, e ver se permaneço vivo até amanhã.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Diário do Caçador - Jack Buffalo Head
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
.:: The Mercy of War ::. :: Área de Jogo [ON] :: Rolador de Dados / Diario de caçada :: Diario do Caçador-
Ir para: